Novidades no shopping center (Coluna do Consumidor)

Novidades no shopping center (Coluna do Consumidor)

Publicado em 24/2/12 às 4h13
Publicidade

Na semana passada, a promotoria de justiça do consumidor reuniu-se informalmente com a superintendência do Shopping Center Jacareí. O encontro foi uma oportunidade frutífera de troca de experiências para o aprimoramento do mercado de consumo local.

O trabalho de administração do shopping foi exposto pormenorizadamente, tanto nos acertos como nas dificuldades e limitações. A promotoria também demonstrou formas de integração entre fornecedores e órgãos de proteção do consumidor, pelo trabalho preventivo de orientação e apoio aos projetos de índole social.
Conforme visto no passeio pelos corredores, diversos aprimoramentos foram desenvolvidos nos últimos dois anos, tais como a chegada de novas lojas de marcas renomadas, ampliação do estacionamento, troca das escadas rolantes e reforma dos móveis da praça de alimentação.
Além desses, o público frequentador pode esperar muitas outras novidades prometidas para o próximo biênio, a começar pela reforma da fachada, intensificação do sistema de ar condicionado na praça de alimentação, nova ampliação de lojas e estacionamento, bem como remodelamento dos banheiros.
Contudo, problemas crônicos persistem e constituem desafios permanentes para a imaginação dos administradores. É o caso da ausência de papel nos toaletes. Como os vândalos fazem mau uso a qualquer vacilo da vigilância, a saída foi instalar exaustores de ar quente e, assim, não há material descartável apropriado para enxugar o rosto.
Enquanto o futuro espera consumidores mais civilizados para um shopping mais agradável, é necessário adotar cautelas de segurança fora do recinto. É impossível um policiamento onipresente e são frequentes os roubos nas imediações. Geralmente, as vítimas são adolescentes com tênis ou roupas cobiçadas pela juventude criminal.
Poucos anos atrás, um adolescente a pé foi esfaqueado porque, no nervosismo, involuntariamente se embolou na jaqueta no momento de tirá-la para o assaltante. O conselho aos pais é que busquem seus filhos dentro ou na porta do shopping, onde a segurança é rigorosa e atenta, com o apoio da promotoria do consumidor.

• José Luiz Bednarski é Promotor de Justiça da Cidadania e Consumidor

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade