Notas do Turismo Paulista - 29/6/2016

Notas do Turismo Paulista – 29/6/2016

Publicado em 29/6/16 às 4h16
Publicidade

VENCEMOS MAIS UMA
O Turismo do Estado de São Paulo mostrou, mais uma vez, que pode vencer qualquer crise que o País venha a sofrer. Aliás, o segmento do turismo é o primeiro que sofre com as crises, mas sempre é o primeiro a dela sair, pois os agentes são criativos.
No caso presente, o Salão São Paulo de Turismo 2016 obteve muito sucesso e os estandes das nossas boas cidades turísticas tiveram movimento maior do que o do ano passado.

Abertura do 16o Congresso do Turismo Paulista

Abertura do 16º Congresso do Turismo Paulista

A INAUGURAÇÃO
A fita da inauguração foi cortada por Suzi Camargo, presidente da Conteúdo Brasil; Michel Tuma Ness presidente da Federação Nacional do Turismo; Deputada Estadual Célia Leão presidente da Frente Parlamentar de Apoio ao Turismo; Romildo Campelo Secretário Interino da Secretaria de Turismo do Estado; Deputado Federal Herculano Passos; Mauro Orlandini presidente da Associação das Prefeituras de Cidades Estâncias do Estado de São Paulo; Jarbas Favoretto presidente da AMITur; e por Deputado Estadual Itamar Borges presidente da Comissão de Turismo da Assembléia Legislativa de São Paulo.

Autoridades-inauguram-o-Salão-São-Paulo-de-Turismo.-Foto-Leonardo-Costa-WEB

A VEZ DO CONGRESSO
Também tivemos a inauguração do 16º Congresso do Turismo Paulista perante seleta platéia. Os três dias do Congresso somaram 2044 congressistas que assistiram a 24 painéis ou palestras proferidas por especialistas em seus respectivos segmentos.

MINISTÉRIO QUER TÉCNICO
Este é um título como outro qualquer. Só para chamar a sua atenção.
Na verdade, o que todos querem mesmo é um técnico do Turismo ocupando o cargo de Ministro do Turismo.
Para contentar políticos de menor expressão, os mesmos são indicados para tirar fotos, viajar, enquanto o que o Ministério ainda produz é obra de dedicados funcionários que ainda por lá habitam.
Assim, depois dos últimos horrorosos ministros que tivemos, nós vemos com simpatia a indicação do nome do Mário Beni para ocupar aquele importante posto. Afinal, ninguém pode negar o vasto conhecimento do Turismo que Mário Beni tem em sua bagagem.

FESTA DO DIVINO
No Brasil, a Festa do Divino foi introduzida por portugueses ao redor de 1765. Indiferente ao tempo, tal comemoração permanece até hoje no calendário de festas populares em praticamente todo o país, preservando sua raiz mais profunda que é a união de solidariedade, folclore e religiosidade do povo.
Inúmeras cidades realizam comemorações de diversas maneiras quando das chamadas ‘Festa do Divino’. Entre as mais famosas destacam-se aquelas que são realizadas em Piracicaba, até pelo fato do Rio Piracicaba ter o seu leito em posição invejável dentro daquela cidade. E é nas águas desse rio que acontece a festa.

Símbolo-da-Festa-do-Divino,-de-Piracicaba-WEB

EM PIRACICABA
A ‘Festa do Divino’ em Piracicaba começou no ano de 1826, portanto lá se vão 190 anos de tradição. A festa começa no dia 3 e vai até o dia 10 de julho. Além da programação religiosa, o evento inclui festanças folclóricas, grupos de viola, leilões e comida das boas. A programação festiva acontece a partir do dia 07 com jantar e atrações musicais.
No dia 09 haverá apresentação da Congada do Divino, e em seguida a procissão. À noite, jantar com atrações musicais. As festividades do dia 10, dia do encerramento, são marcadas por tradicional salva de morteiros. Participe você também dessa festança toda.

A festividade inclui o Rio Piracicaba

A festividade inclui o Rio Piracicaba

DADE AGORA É DADETUR
O nome é ‘Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias’. Ele vai cuidar das verbas do ‘Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos’, verba essa que terá por destino o desenvolvimento de programas de preservação ambiental, urbanização, equipamentos e serviços turísticos.
O Conselho de Orientação e Controle (COC) será composto por nove membros: Um indicado pelo Governador; um pela Secretaria da Fazenda; um pela Secretaria de Planejamento; um da Secretaria de Turismo; dois do Conselho Estadual de Turismo; dois prefeitos de Estância e um prefeito de município de interesse Turístico.

Jarbas Favoretto

Texto: Jarbas Favoretto

 

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade