Brasileiros acreditam que financiamento privado nas eleições pode levar à corrupção

Brasileiros acreditam que financiamento privado nas eleições pode levar à corrupção

Publicado em 22/9/15 às 4h10
Publicidade

Na quinta-feira, 18 de setembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu a doação de empresas para campanhas eleitorais a partir das eleições municipais em 2016. Essa decisão vai ao encontro do pensamento da sociedade brasileira: a grande maioria acredita que o financiamento privado leva à corrupção.

A constatação é do levantamento realizado pela Hello Research, agência especializada em pesquisa de mercado e aplicações em business intelligence. No total, 87% dos entrevistados acreditam que as doações de empresas comprometem o político com as organizações doadoras e podem levar os eleitos à corrupção. Apenas 4% afirmam que o financiamento privado não facilita a corrupção e outros 9% não responderam.

Este índice é mais significativo entre os jovens de 16 a 24 anos, com 91%. Na sequência aparecem os grupos “35 a 44 anos”, com 89%, “45 a 59 anos”, com 87%, e “60 anos ou mais”, com 85%. O menor índice é dos adultos entre 25 e 34 anos, com 83%.

Na divisão regional, 97% dos moradores do Norte acreditam que a doação de empresas pode levar à corrupção após a eleição – o maior número registrado. Centro-Oeste (89%), Sudeste (88%), Nordeste (86%) e Sul (79%) surgem na sequência.

4209807_x360

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade