Falso médico de Jacareí é preso na fronteira com a Bolívia

Publicado em 19/10/17 às 3h55
Publicidade

Israel Souza de Menezes, 42 anos, foi preso na terça-feira, dia 17, enquanto viajava dentro de um ônibus na fronteira com a Bolívia. O ônibus foi parado pela fiscalização da Receita Federal, e com o falso médico foram encontrados os documentos falsos que ele usou para atuar na Santa Casa de Jacareí.

Entre os documentos falsos estavam carteiras de identidade falsas, carteira da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), carteira de CRM (Conselho Regional de Medicin

a) e um diploma de curso de medicina de São Paulo. Ele também carregava uma tesoura, estetoscópio, carimbos personalizados, um simulacro de arma de fogo e R$ 3.750 em notas falsas.Israel Souza Menezes atendeu por quase três meses na unidade, e só foi descoberto no dia 22 de setembro por uma enfermeira da Santa Casa que desconfiou do médico e denunciou o caso à superintendência do hospital.

No dia 27 de setembro os vereadores de Jacareí realizaram uma reunião com a secretária municipal de Saúde, Rosana Gravena, e membros da Nefrocor (empresa terceirizada que realiza contratações pela Santa Casa de Misericórdia), para esclarecimentos em relação à contratação do falso médico. Foi constatado que Israel prestou cerca de mil atendimentos.

A prisão aconteceu em uma ação de rotina no Posto Aduaneiro Esdras, próximo a região central de Corumbá. A operação teve apoio da Polícia Militar.

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade