Artigo especial sobre as calçadas de Jacareí repercute na internet

Artigo especial sobre as calçadas de Jacareí repercute na internet

Publicado em 26/1/18 às 2h24
Publicidade

Na edição do dia 19 do Semanário, foi noticiado o acidente sofrido pela diretora do periódico sofreu devido a uma queda no centro de Jacareí. Inez Valezi caminhava pela calçada da Rua Pedro Souza Ramos quando tropeçou no buraco de um ladrilho e caiu no chão. O acidente causou um corte profundo no lábio com grande perda de sangue, lesão e corte no braço direito, esquerdo e nos joelhos, inchaços, fortes dores, distorção, impossibilitando-a de trabalhar.

Após o ocorrido, o artigo especial repercutiu na página do Semanário do Facebook. Muitas pessoas contaram que já passaram pela mesma situação ou conhecem pessoas com relatos semelhantes. Zilda reclamou sobre o calçamento em volta do Mercadão Municipal. Ela conta que no local circulam muitas pessoas e já quase quebrou a perna quando caiu. Não há nenhuma superfície antiderrapante e quando chove o piso fica escorregadio.
Solange também reclamou do material utilizado para o piso do Mercadão. “Com o tempo seco já é escorregadio, com chuva parece um sabão. Alguém ainda vai se machucar feio naquela calçada”, alertou a internauta.

O problema não se restringe às calçadas do centro, mas também aos bairros da cidade. Clarice comentou que no bairro São João é esquecido pela administração da cidade e que sua mãe de 82 anos tropeçou na calçada e rompeu o tendão do braço. Devido a idade, ela não pode fazer cirurgia.

Em nota, a Prefeitura de Jacareí informou que o proprietário da calçada danificada em que a diretora se acidentou, segundo o Código de Normas e Posturas, é o responsável por construir e manter as calçadas privadas em condição necessária para o trânsito seguro de pedestres. O mesmo foi notificado pela Diretoria de Fiscalização e Posturas e corre o risco de ser penalizado caso não cumpra seu dever legal de fazer a manutenção da mesma.

“Além disso, reforçamos que a Secretaria de Mobilidade Urbana, responsável pelo diagnóstico e elaboração de projetos de acessibilidade, tem uma parceria importante com a Secretaria de Infraestrutura, responsável pela execução dos projetos, e com a Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão, através da Diretoria de Fiscalização e Posturas, responsável pela notificação de proprietários que não cumprem com a lei”, complementa a Prefeitura.

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade