Mato no terreno abandonado do Parque Santo Antônio cresce mesmo após denúncia

Mato no terreno abandonado do Parque Santo Antônio cresce mesmo após denúncia

Publicado em 25/1/18 às 3h04
Publicidade

Na edição 1254, do dia 1 de dezembro de 2017, o Semanário denunciou o problema dos moradores da Rua Ernesto Truyts, no Parque Santo Antônio, que sofrem com um terreno abandonado no final da rua e possui duas casas abandonadas.

Os moradores voltaram a entrar em contato com a redação para informar que até o momento nenhuma medida foi tomada pelo proprietário do terreno, pela prefeitura ou defesa civil e o mato do terreno está cada dia mais alto.

Os moradores vizinhos ao terreno são obrigados a conviver com insetos peçonhentos e animais que invadem as casas como ratos, aranhas, baratas, caramujos e até cobras. Além deste problema, os moradores de rua e usuários de drogas também utilizam as casas abandonadas no terreno. Fazem festas, fogueiras com jornais e panfletos, consomem drogas e algumas pessoas praticam sexo no local, segundo vizinhos.

Em dezembro o Semanário esteve no local e recolheu alguns depoimentos. Antônio José de Andrade, que mora ao lado do terreno, afirmou que a defesa civil retirou as famílias que moravam no local porque havia perigo de queda, mas as casas não foram demolidas, o que atraí os usuários de drogas.

Luciana Silva, vizinha de muro das casas abandonas também falou com a equipe. “Toda vez que chove, os caramujos aparecem”, afirmou a moradora que ainda revelou o problema do terreno ser usado como lixão por outros moradores do bairro. “É papel, camisinha, fralda geriátrica. Lixo acumulado pelos próprios moradores do bairro que descem a rua e jogam aqui”.

Em nota, a Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão, por meio da Defesa Civil, informa que o imóvel já foi notificado pelo órgão e que se trata de uma propriedade de herança, e os proprietários estão cientes do ocorrido no imóvel.

A Defesa Civil salienta que a propriedade se encontra interditada para reparos, porém sem riscos em sua estrutura física e que todas as providências e notificações foram encaminhadas pela Vigilância Sanitária para que os proprietários do imóvel, particular, tomem as devidas providências.

Terreno está em estado de abandono pelos proprietários.

Terreno está em estado de abandono pelos proprietários.

Moradores vizinhos pedem uma solução urgente.

Moradores vizinhos pedem uma solução urgente.

Terreno PSA (10)

 

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade