Pai denuncia suposto erro de diagnóstico da filha na UPA

Pai denuncia suposto erro de diagnóstico da filha na UPA

Publicado em 1/2/18 às 4h34
Publicidade

O supervisor de segurança Diego Fernando Ribeiro entrou em contato com o Semanário para denunciar suposto descaso que ele teria passado com a filha na Unidade de Pronto Atendimento infantil Dr. Thelmo de Almeida Cruz (UPA), localizado próximo ao Parque da Cidade de Jacareí. Diego reclama do atendimento médico pelo qual sua filha de 6 anos passou. Segundo o pai, o médico não teria examinado a garota corretamente e não teria percebido que a menina estava com o braço quebrado.

Na quarta-feira, dia 24, Diego deu entrada na unidade com a filha, que havia sofrido uma queda em casa e reclamava de muita dor no braço. O médico solicitou um exame de raio-x e, após o diagnóstico,  informou ao pai que se trava de uma luxação local e passou uma medicação. O pai, desconfiado, solicitou uma nova análise do exame. A segunda médica examinou o raio-x, percebeu que a menina havia quebrado o braço e a encaminhou a um ortopedista que identificou uma fratura grave.

“Por muito pouco ela não precisou de cirurgia, mas com certeza ela irá ficar com uma pequena sequela no local fraturado. Minha indignação é que o primeiro médico mal examinou e liberou minha filha em uma situação grave”, exalta Diego.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informa que assim que recebeu a denúncia, notificou a Sociedade Beneficente Caminho de Damascos, responsável pela gestão da Unidade de Pronto Atendimento Dr. Thelmo de Almeida Cruz, para investigação da conduta relatada.

Foi instaurado um processo administrativo para apurar o ocorrido. O médico citado foi afastado das escalas de plantão.

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade