Profissionais de merenda escolar recebem capacitação

Profissionais de merenda escolar recebem capacitação

Publicado em 14/2/18 às 5h40
Publicidade

Cerca de 150 merendeiras da Rede Municipal de Ensino participaram de uma capacitação nutricional na Secretaria de Educação, oferecida pela ganhadora do processo de licitação da merenda escolar no município, SHA Comércio de Alimentos LTDA. De acordo com a Secretaria de Educação, o objetivo é alinhar as novas questões nutricionais e garantir a qualidade de vida dos alunos.

Para 2018, algumas escolas terão novos projetos como o plantio de hortas, informações mensais sobre alimentação saudável, e atividades que ajudem os alunos e os professores a entenderem melhor sobre a boa alimentação. Alimentos processados e frituras serão diminuídos.

Uma equipe de nutricionistas da Secretaria de Educação elaborou o novo cardápio, com base nas regras do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A pasta nomeou servidores fiscalizarão a execução do serviço, garantindo que tudo saia como estabelecido em edital. “Iniciamos um novo contrato com diversos cardápios e propostas com uma mudança significativa que acarretará em bem-estar a todos os alunos”, comenta a secretária de Educação, Maria Thereza Ferreira Cyrino.

Dentre as melhorias no novo contrato firmado entre a Prefeitura e a empresa alimentícia estão a troca de todos os fogões e geladeiras, além dos utensílios de cozinha, a troca de pratos plásticos por pratos de vidro temperado e incolor (para maior higienização do utensílio), entrega de fichas técnicas às merendeiras com a tabela de valor nutricional dos alimentos ofertados às crianças diariamente, cardápio diferenciado a cada dia da semana, entre outras adequações.

Confira algumas das mudanças na merenda escolar:
Cardápio descrito de modo mais detalhado e de fácil entendimento; substituição do leite de vaca por fórmula infantil para crianças menores de 1 ano; disponibilidade de cardápios vegetarianos nas dietas especiais e adesão à Campanha “Segunda sem carne”; exclusão de salsicha e empanados na alimentação; substituição da bebida láctea por iogurte; redução de alimentos industrializados; maior oferta de frutas, legumes e verduras; oferta de queijo no cardápio.
Compra de alimentos produzidos pela Agricultura Familiar.

Refeições – O cardápio inclui para o Berçário I: Desjejum + Colação + Almoço + Lanche + Jantar = 1 Cardápio; Berçário II e III, Maternal (Integral): Desjejum + Almoço + Lanche + Jantar = 1 Cardápio; Maternal (Parcial): Lanche + Almoço = 1 Cardápio; Acolhimento Adolescente: Desjejum + Almoço + Lanche + Jantar + Ceia = 1 Cardápio.

Para a Educação Especial, EJA (Educação de Jovens e Adultos), EMEI, EMEF (Parcial ou Integral), Refeição = 1 Refeição, Suco/Sobremesa e Lanche. Para os berçários I, II e II foram aumentadas as divisões etárias e paralelo a isso, a inclusão da suplementação alimentar.

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade