Biópsia pode ser absorvida pelo Município: Secretaria de Estado da Saúde desmente Prefeitura de Jacareí

Biópsia pode ser absorvida pelo Município: Secretaria de Estado da Saúde desmente Prefeitura de Jacareí

Publicado em 6/3/18 às 4h22
Publicidade

Na edição impressa do dia 2/3/2018, o Semanário publicou uma matéria sobre o paciente jacareiense Erinaldo Nunes, que não conseguiu fazer uma biópsia de um nódulo na garganta, considerada urgente, desde dezembro do ano passado (confira a matéria publicada abaixo). Em sua reposta, a Prefeitura de Jacareí (Secretaria de Saúde) afirmava que tratava-se de um procedimento de alta complexidade, e seria responsabilidade do Estado de São Paulo.

Na segunda-feira (5/3), porém,  a Secretaria de Estado da Saúde enviou uma nota ao Semanário, desmentindo tal alegação, afirmando o seguinte:

“O Departamento Regional de Saúde de Taubaté esclarece que o procedimento de biopsia é considerado de média complexidade, e portanto pode ser absorvido pelo município. Para auxiliar a cidade e dar prosseguimento no atendimento do paciente, o DRS agendou uma consulta para o Sr. Erinaldo de Oliveira Nunes na especialidade de otorrinolaringologia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo em 01 de fevereiro de 2018”

Confira a matéria publicada:

O munícipe Erinaldo de Oliveira Nunes, de 50 anos, veio até o Semanário para denunciar um problema envolvendo o atendimento da Saúde em Jacareí. Erinaldo possui um nódulo no lado direito da garganta e precisa fazer uma biópsia com urgência, porém ele alega ter sido informado que a rede pública não possui uma agulha coletora para a coleta de amostras do nódulo e que o Município não possui nenhum convênio com laboratórios particulares.

Erinaldo atualmente está impossibilitado de trabalhar e sofre desde setembro com as dores e rouquidão na voz. No dia 4 de dezembro, ele passou por uma nova consulta médica, na qual foi solicitada uma biópsia e uma laringoscopia – este segundo exame o paciente precisou arcar com os custos sozinho.

A biópsia é um procedimento cirúrgico pelo qual amostras de tecido ou células são colhidas com uma agulha para depois serem estudadas em laboratório. É a partir da biopsia que os tumores são diagnosticados como benignos ou malignos.

“O meu problema começou em setembro com a rouquidão. Desde então foi se complicando. Eu começo a falar e logo já fico cansado. Me mandaram para Taubaté, passei no Hospital das clinicas, até com vereador eu falei, mas ninguém resolve o meu problema”, comenta Erinaldo.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que “este é um procedimento de alta complexidade e de responsabilidade do Estado de São Paulo”. A Secretária afirma ainda, que já foi agendada uma consulta para o paciente no Centro Especializado em São Paulo para o mês de abril.

Erinaldo precisa de biópsia urgente

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade