Acordos para construir mais ferrovias pelo país são anunciados pelo Governo

Publicado em 5/7/18 às 10h44
Publicidade

A iniciativa para construir mais ferrovias pelo país foi anunciada no último domingo pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Ronaldo Fosneca; pelo ministro dos Transportes, Valter Casimiro, e pelo secretário especial do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), Adalberto Vasconcelos.

As obras serão construídas pela mineradora Vale com o orçamento de R$ 4 bilhões, que em troca terá as concessões das linhas férreas Carajás (no Pará e no Maranhão) e Vitória-Minas renovadas até 2057.

O governo diz considerar estratégico recorrer à iniciativa privada para realizar as construções. Como moeda de troca, as empresas terão outros contratos com o governo, como concessão de linhas férreas, renovados por 30 anos.

São dois os projetos em prioridade: O primeiro será a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), de 383 quilômetros, entre Água Boa (MT) e o entroncamento com a Ferrovia Norte-Sul em Campinorte (GO). Já o segundo será o Ferroanel de São Paulo, de 53 quilômetros, entre as estações de Perus, na capital paulista, e de Manoel Feio, em Itaquaquecetuba, na região de Mogi das Cruzes (SP), com traçado paralelo ao trecho norte do Rodoanel paulista.

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade