Fibria faz uso de tecnologia inédita no país

Publicado em 10/10/18 às 5h38
Publicidade

Com o objetivo de monitorar e ter visão tridimensional da floresta, a Fibria, por meio do projeto Floresta Inteligente, investe em tecnologia na área florestal e faz o uso do LIDAR, que faz detecção de luz e alcance.

A ação é inédita e faz medição de áreas, relevos e árvores, trazendo uma economia de 12% no monitoramento florestal, a partir da visão tridimensional da floresta a partir da captura de dados por meio de instrumentos a laser, embarcados em aviões de pequeno porte tripulados, que sobrevoam grandes áreas em intervalos de tempo mais curtos. Com auxílio de unidades de GPS, instaladas no avião e no solo, além de um sensor inercial acoplado à unidade laser, os dados são coletados e enviados para análise em software especializado.

Para Caio Zanardo diretor florestal da Fibria, esse avanço tecnológico representa um novo passo para os processos da empresa “As florestas plantadas são o ponto de partida na cadeia produtiva da Fibria. A madeira fornece a matéria-prima para a produção de celulose, energia elétrica e, cada vez mais, os insumos para o desenvolvimento de novos produtos e aplicações. Iniciamos esse diagnóstico ainda em 2015 e levamos o conceito de Indústria 4.0 para a floresta. São tecnologias utilizadas no dia a dia aplicadas ao campo que melhoram a disponibilidade de dados para tomada de decisão, trazem ganhos à produtividade, à segurança e o desenvolvimento dos empregados” conta.

Comentários

Deixe um comentário

Publicidade